domingo, 17 de julho de 2011

A OLIGARQUIA RURAL E SEUS ASSECLAS


fonte:http://www.vlaudeyliberato.com/

A democracia burguesa espraia e entorpece de ilusões milhões de trabalhadores que acreditam piamente que aqueles que são eleitos de 2 em 2 anos são seus legítimos representantes. As classes dominantes e privilegiadas propagam aos quatro cantos do globo que a sua democracia é sumamente superior a qualquer outra experiência de poder. A esperança das massas expoliadas se resume ao "divino" ato de votar e conceder sua liberdade a uma espécie de camarilha de coronéis e de um séquito sem fim de asseclas acéfalos. Comem todos do mesmo prato sujo da imoralidade e da corrupção. Todos são chamados a participar da festa suja onde são traçados os destinos mais sórdidos que se possa imaginar. No entanto, somente aqueles que se curvam facilmente a flâmula do poder e do dinheiro e que não sentem o asco de trair as suas próprias origens se fartam das migalhas que caem da mesa da burguesia.
Será que há opção para a maioria? Sim, Há. Aos trabalhadores não restam outra opção senão sua própria organização enquanto classe. Aos trabalhadores só resta a construção de seus próprios instrumentos de poder.


Nenhum comentário: